MÁS NOTICIAS
1 marzo 2024

.

México, 1982: recordar é viver


Janeiro de 1982, já lá vão 41 anos, na última digressão dos Forcados Lusitanos ao México, capitaneados por Fernando Hilário (cabo fundador, que não aparece nesta foto), na quinta do saudoso cavaleiro alentejano Pedro Louceiro, já falecido e que estava radicado naquele país desde a década de 60.

Na foto, vêem-se, da esquerda para a direita: um funcionário mexicano de Louceiro, o crítico Luis Castro, Francisco Costa Montezo (que depois sucedeu a Hilário na chefia dos Lusitanos), Pedro Louceiro, António Santos (atrás, que foi mais tarde cabo dos forcados de Aveiras de Cima e morreu vítima de cornada poucos anos depois em Albufeira), Vasco Belmonte, o saudoso crítico João Mascarenhas, Silvino Bento, Francisco Araújo (Fazé) e Miguel Alvarenga.


Em baixo (quase cortados na foto), estão a neta de Pedro Louceiro (filha do matador, rejoneador e actual ganadero Enrique Fraga), o saudoso forcado António Lapa, o então matador de toiros Fernando Pessoa, o também forcado Joaquim Mendes (que posteriormente foi cabo do grupo de Salvaterra) e José Rocha, um amigo de Hilário que acompanhou esta digressão ao México e era um companheirão fantástico (já falecido).


Em baixo, mais duas fotos desta digressão ao México.


Recordação de uma viagem fantástica.


Foto D.R. e Carmona/Plaza México



Francisco Costa e Fernando Hilário com Miguel Alvarenga
durante o sorteio dos toiros da corrida em que pagaram os
Forcados Lusitanos na Monumental Plaza México. E, em baixo,
Luis Castro e Miguel Alvarenga no dia da corrida, em 1982

Read Morehttp://farpasblogue.blogspot.com/